Amor Nenhum

Genova, 10/05/19

Amor Nenhum
Um dia você me fez acreditar
Que o amor ia alem do final do livro
Só me restou  uma caixa das nossas lembranças
E nossa foto na proteção de tela do celular.

Na primavera colhi flores pra você,
No inverno te aqueci,
No verao te refresquei,
E no outono meu amor confessei.

Em frente ao coliseu voce me fez sorrir,
Juntos fizemos uma prece em Roma,
Lembra que comemos sanduiche em Paris?

Te abrir o meu coração,
Te falei dos medos e dos planos
Usar meus segredos contra mim,
isso nao se faz…

Você, não é uma má pessoa.
Mas, como amante, ja não posso dizer o mesmo
No final você sempre me magoa

Sempre me disseram pra ser uma boa pessoa, tratar todos bem, ser gentil e amável
A reciprocidade ficou só na teoria
Apenas você sorria, porque em mim tudo doía…

Rasgue as nossas fotos,
Queime as minhas cartas
Ou guarde se preferir
faça como quiser.

Eu incendiei a chuva,
Abri os portões do paraíso,
Quebrei as correntes
E fugi de voce, enfim me libertei.

É verdade esse bilhete um dia eu te amei.

By @letrastataarrasa

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *